30.7.10

Time Out

Precisei de parar. De repensar tudo, de me esquecer e recordar a verdadeira essência do que de mais pueril existe em nós.
Estou a reerguer-me aos poucos... E aos poucos a vontade para regressar ao trabalho lá vai surgindo, aqui e ali, a espaços.

Depois do Verão regresso aos espectáculos e ás canções. Até lá, pode ser que nos cruzemos por aí, num boteco perdido, para uma surfada, uma conversa ou outra coisa qualquer.